fbpx

NOSSA PEDAGOGIA

Bem, vocês nos conhecem. somos a renascença da educação o colégio são josé o instituto hugo de são vítor

 Desde os tempos mais recuados, tomamos lições e aprendemos com esse grande educador medieval. Seguimos suas instruções sempre que possível. Mas, é claro, não só elas. Pois isso, hoje em dia, nem é factível, nem desejável. Sim, viram-se novas técnicas e aprimoramentos desde os tempos dele; mais ainda, há técnicas mais antigas que o grande professor não chegou a conhecer: por fim, nossos tempos pedem de professores e pedagogos sérios sabedoria para olhar as situações e as almas e que saibam de quais técnicas lançar mão em cada caso, em cada etapa. É um equilíbrio difícil e muitas vezes precário; será um desafio, mas não será desse desafio que fugiremos, depois de tantos percalços por que passamos.

Será, pois, preciso lançar mão das técnicas e conceitos gregos, romanos e cristãos; da educação dos poetas, oradores e filósofos; de doutrinas de Platão, Aristóteles, Isócrates, Cícero, Quintiliano, Plotino, Santo Agostinho, Alcuíno, Hugo de São Vítor, dos jesuítas, e muitos e muitos outros. São muitos, porém suas divergências certamente não são tão graves como as dos modernos, que inventam revoluções de vinte em vinte anos. Há um fio que permeia todos os autores clássicos. Seguiremos esse fio.

Vocês nos conhecem. Somos propugnadores das Sete Artes Liberais. Por isso, o grande diferencial do Colégio São José será o estudo dessas artes milenares em conjunto com o currículo pedido pelo estado. Isso nos colocará em outro patamar – Deo Juvante – e propiciará novas possibilidades aos estudantes brasileiros, possibilidades que, por paradoxal que seja, são tão antigas quanto a civilização. Com isso, almejamos formar uma verdadeira elite intelectual, uma elite do espírito, não de posses.

Abaixo você vê uma ilustração da coisa toda. Por um lado, as Artes Liberais, as quais ensinamos por serem as ferramentas de que o aluno precisa para trabalhar no mundo, em sentido amplo. Por outro, o currículo ditado pelo estado, o qual ensinaremos por causa da lei. Porém, essas duas coisas – especialmente válido para o currículo estatal – estão inseridas dentro da pedagogia clássica, e são informadas por suas técnicas, preceitos e pressuposto. Garantimos que, se tudo der certo, o próprio currículo atual será mais bem aprendido dessa forma. Por fim, a camada mais exterior indica que tudo isso está abrangido pelo entendimento do Instituto a respeito dessa pedagogia, baseado em nossos estudos e nas análises do cenário educativo atual. Esse tipo de entendimento só um espírito humano individual pode fazer, pois, se for lícito parafrasear aqui São Paulo, a letra mata, só o espírito a vivifica.